28 de mar de 2012

Uma homenagem ao mestre Chico Anysio

Semana passada perdemos o ícone do humor Brasileiro: Chico Anysio. Com 80 anos, ele foi um marco com todos os seus 209 personagens que criou durante toda sua carreira. Coisa que praticamente não existe mais e que, a partir de hoje, fica com seu último Moicano, o Tom Cavalcante (que tem mais de 100 personagens). Chico, também, foi o pioneiro do Stand-up no Brasil, como mostra este vídeo resgatado dos arquivos da Rede Record, datado de 1969, durante a entrega do prêmio Roquete Pinto:



O que é a morte? Para alguns, o fim da carne e elevação do espírito, o encontro com o criador, a passagem para uma nova etapa.  Para os gregos, o rito de passagem para a outra vida tinha grande importância, pois, para o espírito da pessoa morta passar e estar em paz no mundo dos mortos, certos detalhes na cerimônia eram necessários, como duas moedas para o barqueiro Caronte e a cremação do corpo como um ato de nobreza para com o falecido. Com o sucesso do ritual, o espírito transcende e vive em paz. Para o cristão, o sepultamento seguido de missa no sétimo dia de morte faz com que o espírito do ente falecido transcenda e fique em paz. Na cultura dos negros africanos, quando se dá a morte, o espírito do ente querido é de responsabilidade dos vivos, pois se eles sempre se lembrarem de seus feitos em vida, seu espírito estará em paz. Quando a pessoa falecida é lembrada fora do seu ciclo de família, seu espírito cresce e transcende o tempo e espaço; essa pessoa se torna um espírito de luz chamado de orixá.
Como podemos definir então quando uma pessoa hoje transcende e passa do ciclo dos parentes? Que seu espírito seja imortalizado, que para sempre será lembrada? Claro! Devido a seus feitos que encantaram e alegraram não somente uma geração de pessoas, e que influenciaram e marcaram as gerações que estão por vir, ele sempre será a veia magma que pulsa a inteligência e o humor. Que fez de sua obra de vida uma escola para alguns alunos talentosos surgirem para depois dizer: FOI O MESTRE MUTIFACETADO, O CAMELEÃO DAS FORMAS QUE ME ENSINOU A SER HUMORISTA.
Devido a sua vasta obra que o espírito de Chico Anysio será imortal, pois o talento é transcendente do tempo. Assim como Chaplin se fez imortal e tantos outros fenomenais artistas, Chico Anysio permeará as épocas.
Vá em paz.
Homenagem do Predador para o mestre do Humor brasileiro.


 

Sobre

O Predador tem caráter informativo, interativoe humoristico e por isso normalmente alguém pode se ofender, o que NÃO é nossa intenção principal. Os comentários contidos aqui são de responsabilidade do seu criador e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião dos autores desse site.

Copiar os posts desse blog é liberado e incentivado, desde que a fonte seja citada.

Últimos comentários

 
Animated Social Gadget - Blogger And Wordpress Tips